domingo, 13 de julho de 2008

Serpico





Título original: Serpico
Ano de lançamento (E.U.A): 1973
Direção: Sidney Lumet

Sidney Lumet é um dos grandes diretores do cinema mundial no qual não tem seu devido reconhecimento e consagração merecidas. Já fez grandes clássicos tais como ´´12 Homens e Uma Sentença``, ´´Um Dia de Cão``, ´´Rede de Intrigas``, e continua a fazer ótimos filmes no cenário atual como o muito bem recebido pela crítica ´´Antes Que o Diabo Saiba Que Você Está Morto``. O filme ´´Serpico``, considerado por muitos a sua melhor obra, é mais um claro exemplo dessa vertente, um filme grandioso de um diretor super competente e magnífico juntando-se a um dos melhores atores da história do cinema; o sempre espetacular Al Pacino. Pacino aliás provou que não queria ser um sexy simbol, mas sim um grande ator, já que este foi seu primeiro filme após ´´O Poderoso Chefão``, que o revelou para o mundo.

A história verídica de Francesco Serpico; Frank Serpico (Al Pacino), um policial recém-formado de origem humilde e simples, o tipíco rapaz adorado por todos em seu antigo bairro. Ao entrar na academia Serpico insiste a todo tempo em mostrar serviço e dar-lhe de tudo para proteger a lei e a sociedade. Eis então que Frank conhece a verdadeira face da polícia de Nova York, ainda de uniforme ele recebe suborno, e aos tempos que vai mudando de cargo percebe mais suborno e corrupção no seu local de trabalho. Todos recebem dinheiro sujo, menos Serpico que fica indignado com seus colegas e a atual situação da corporação policial. Ele decide então denunciar e ir a tribunal depor contra a intransigente situaçaõ que se encontravam os departamentos da cidade, mas comissários, advogados, presidentes da câmara e juízes parecem igonar o fato e Serpico se vê sozinho em perigo com a vida, ameaçada por quase todos com quem convive.

Serpico é um homem solitário, incapaz de demonstrar um verdadeiro amor por uma mulher, já que ele se apaixona acentuadamente pela namorada, mas ela (que o ama mais ainda) nao suporta mais viver naquela situação, onde é excluída da vida do namorado, que preferencia o trabalho e a luta contra a opressão. Um homem inconvencional, um policial de barba e bigode gigantes no melhor estilo ´´hippie``, um homem de poucos amigos (não que ele queira), pois como dito por um policial corrupto no filme: ´´Não se pode confiar num policial que não aceita suborno``. A atuação de Pacino é simplesmente espetacular e comovente, ele incorpora o próprio Serpico e muda seu caminhar e falar, sua própria personalidade, sem deixar de lado o velho Pacino que todos conhecemos; as feições e ataques de raivas que adoramos.

Al não é o único ótimo em Serpico, mas é claramente o de maior destaque e relevância. Bob Blair como um dos únicos fiéis amigos de Serpico também está excelente. Aliás, o tamanho da corrupção é tão abrangente no filme que chegamos a desconfiar deste próprio personagem. A direção de Sidney é primorosa e detalhista, onde destaca-se a bem sucedida tentativa de demonstrar o mundo isolado de Serpico, fruto também da grande montagem e da comovente trilha sonora. E quando o próprio Serpico deixa escapar um pequeno choro no final, reflete sobre tudo que acontece hoje em dia. Sua luta e nossas lutas são em vão contra um sistema que nunca irá mudar.

Cotação: 9.0

18 comentários:

Anônimo disse...

Sidney Lumet é um grande diretor mesmo, por isso é uma vergonha o fato de conhecer apenas três de suas obras - "Um Dia de Cão" (excepcional) e seus dois trabalhos mais recentes. Como percebeu, ainda não vi "Serpico", mas fiquei interessado no filme após sua crítica. Abs!

Vinícius P. disse...

Ah, o anônimo aí sou eu ;-)

Kamila disse...

Ainda não assisti "Serpico", mas, como a obra está passando nos canais Cinemax, devo conferí-la em breve.

Isabela disse...

Um grande filme, como vários que surgiram nos anos 70. São filmes como esse, de grande roteiro, direção e atuação que fazem falta hoje.

Weiner disse...

Não assisti "Serpico" mas adianto que Sidney Lumet tem muito moral cinematográfico, e só o seu nome na direção já vale a conferida! Um grande abraço!

Red Dust disse...

Um cinema de intervenção, tendo um mestre do género na realização.

Al Pacino tem uma actuação vigorosa, cheia de raiva até ao fundo da alma. Um actor que tem a maioria dos seus grandes papéis concentrados nos anos 70.

Abraço.

Museu do Cinema disse...

Serpico é um filmão. Tanto que é exemplo até hoje, e muitas vezes homenagens claras.

contra-regra disse...

O Grande diretor na sua máxima apoteose. Recomendo Rede de Intrigas, que vi ontem numa fita vhs caindo aos pedaços, mas é inacreditável. E tem gente - depois de ter visto Antes que o diabo saiba que você está morto - que diz que ele já podia ter se aposentado. Vê se pode!

Discutir a imprensa?
http://robertoqueiroz.wordpress.com

Wally disse...

É um dos Lumets que mais tenho vontade de assistir. Mas simplesmente não acho. Pacino é sempre 10!

Ciao!

Ramon disse...

Estou com ele em casa, pronto para conferi-lo.
Em outra oportunidade só consegui assistir a metade. Agora ele não escapa.
Grande dica!

Ibertson Medeiros disse...

Cara, eu traduzi a legenda desse filme e passei para o DVD, mas ainda não assisti.
Mas sei a história toda.
Sidney Lumet é um diretor excepcional.
Até em obras menores, como O Assassinato do Expresso Oriente ele nos dá um ótimo filme.
E Al Pacino não preciso nem tecer comentários.

Pedro Henrique disse...

Lumet é um dos meus diretores da velha guarda favoritos. Mas, por outro lado, Serpico é um filme que ainda não vi do cineasta.

Sérgio Déda disse...

Vinícius.. recomendo Serpico.. o terceiro melhor trabalho dele depois de 12 Homens e Uma Sentença (assista tb) e Um Dia de Cão, respectivamente... na minha opinião..

Kamila.. ñ irá se arrepender..

Isabela.. realmente Serpico faz parte do grande celeiro de ótimos filmes dos anos 70.. vide Pacino um dos melhores da história que surgiu nesta década..

Weiner.. assista tb..

Red.. Pacino tem seus principais filmes realmente nesta década..

Museu.. é verdade..

Contra-regra.. esse povo eh doido rsrsrs seria uma grande perda para o cinema sua aposentadoria..

Wally.. caso não ache numa locadora eu sei um blog onde vc pode baixar..qq coisa eh soh pedir..

Ramon.. não perca mais tempo.. assista hehe

Ibertson.. ainda não assisti O Assassinato do Expresso Oriente.. vou procurar agora.. valeu a dica..

Pedro.. se gosta do Lumet vai gostar de Serpico..

ufa.. rsrs
abraços

Marcel Gois disse...

Do Lumet eu só conheço "Um dia de Cão" e o mais recente "Antes Que o Diabo Saiba Que Você Está Morto". Dois grandes filmes, confio que esse deve ser mais um ótimo filme dele.
Vou tentar assistir em breve.

Vulgo Dudu disse...

Boa lembrança! Esse é um clássico mesmo. E quase ninguém lembra do Al Pacino por esse papel. É sempre Scarface...

Abs!

Cecilia Barroso disse...

Essa aí é uma falha do meu currículo... Todo mundo fala para eu assistir, mas nunca vi. Vou aproveitar que está na programação deste mês.

Sérgio Déda disse...

Marcel.. se vc gostou de Um Dia de Cão vai gostar tb desse sem dúvidas...

Dudu... mais uma das brilhantes atuações do mestre Pacino..

Cecilia.. aproveite mesmo rsrsrs

Ygor Moretti Fiorante disse...

po vi esse filme mas faz muito tempo honestamente naum lembro muita coisa, preciso reve-lo...