sábado, 5 de julho de 2008

O Sobrevivente


Título original: Rescue Dawn
Ano de lançamento (E.U.A): 2006
Direção: Werner Herzog

Vindo de um diretor de certo renome no cenário mundial como Werner Herzog, assim que avistei O Sobrevivente na locadora decidi locá-lo e mais tardiamente comentar no blog sobre o filme. Logo nos primeiros minutos pensei que viria a primeira nota cruel e negativa dada por mim nas postagens do blog. Esperava claramente muito mais num filme de um diretor que fez dois trabalhos fantásticos como ´´O Enigma de Kaspar Hause`` e ´´Nosferatu - O Vampiro da Noite``. O Sobrevivente não é lá um grande filme, seu início é medíocre com algumas cenas imaturas, não chega a empolgar tanto, mas vale ao menos pelas ótimas atuações a partir da metade do filme e ao realismo passado quando vemos seres-humanos degradando-se fisicamente num meio cruel e desumano.

Como dito o início é frustrante, não consigo lembrar-me de nada positivo no início da película, as atuações são ruins, a montagem, a trilha sonora, a fotografia e principalmente a direção, que juntos pareciam aqueles filmes de guerra da década de 80, cheio de missões mirabolantes. Quando o personagem é capturado tudo acontece de forma muito natural e descompromissada, sem convencer ao espectador do que está acontecendo. Quando ele é finalmente levado ao campo de concentração o filme toma novos rumos e passa sem dúvidas a satisfazer um pouco mais a vontade de quem o assistia. Parece que tudo muda, principalmente as atuações que passam a ser o ponto forte do filme, baseada no trio Christian Bale, Steve Zahn e Jeremy Davies.

Dieter Dangler (Christian Bale) em uma de suas missões cai com seu avião em Laos durante a Guerra do Vietnã e é capturado e mandado para um campo de concentração, se tornando um prisioneiro de guerra, sendo brutalmente torturado. Ele então com seus companheiros de cela tenta bolar um plano de fuga, nos quais os americanos Duane (Steve Zahn) e Gene (Jeremy Davies) e mais três vietnamitas também prisioneiros vão participar. Dieter é convencido para antes esperar chegar o período de chuva, para que assim enquanto estejam na floresta eles tenham água, além de organizar o grupo para todos guardarem uma parte do arroz consumido no almoço e esconderem, pois precisariam na fuga.

O filme melhora bastante, mas não deixa de cometer alguns erros graves e cenas infantis, como na que Dieter pega escondido um prego ou como na própria execução do plano que é um pouco melancólica. O que realmente enaltece o filme são as atuações de Steve Zahn, que provavelmente nem ele pensou poder atuar tão bem, e de Christian Bale. Os dois inclusive emagreceram bastante para fazer o filme, mas o choque fica por conta do Christian já que ele começa com físico forte e musculoso e à medida do tempo que o personagem vai degradando-se fisicamente ele vai emagrecendo e emagrecendo cada vez mais. Impressionante a integridade física a que se submete este ator, quem assistiu ´´O Operário`` sabe exatamente do que estou me referindo. Um ator super talensoso com um futuro bastante promissor, força de vontade nos filmes é com ele mesmo. Quer que alguém de forte torne-se raquítico no seu filme ? Chame Christian Bale rsrsrs.

Enfim, não é lá um filme tão marcante, é apenas regular. Passou praticamente despercebido dos cinemas, mas para quem gosta de ver a deterioração de um ser-humano numa película e os atos degradantes a que este submete-se para continuar vivo seu meio, vale a pena conferir. O roteiro é meio fraco, vê-se no início e final que não empolgam em momento algum. A direção embora ótimas em alguns particulares, como na demonstração do contato entre homem e natureza (tipíco de Herzog), não apresenta nada de criativo, penso eu um dos principais aspectos para o filme não engrenar muito.

P.S. Olhem como Crhistian Bale e Steve Zahn estão magros na foto postada.

Cotação: 6.5

13 comentários:

Red Dust disse...

Não gostei. O tom de interpretação tipo tragédia/comédia também não ajudou. O argumento é pobre, num género de história já muito filmado.

Abraço.

Vinícius P. disse...

Esse ainda não vi, até porque não encontrei em DVD por aqui. Já chama a atenção pela direção do Herzog, que sempre entrega fitas acima da média, e também pelo destaque nas performances dos protagonistas.

Sérgio Déda disse...

Red... o filme tb n eh lá tão ruim.. tem seus pontos fracos e fortes..

Vinícius... as atuações de Steve Zahn e principalmente Christian Bale são os elementos mais bem sucedidos no filme.. Christian sem dúvidas prova ser um excelente ator...

caio arroyo disse...

Nossa fiquei com vergonha, nunca ouvi falar desse filme,gosto muito dos filmes do Herzog, no minimo vale sempre vale a pena dar uma conferida

Vulgo Dudu disse...

Herzog é fantástico, mas não sei o que ele queria quando filmou este aí. Acho que se empolgou por se tratar de uma história verídica...

Abs!

Pedro Henrique disse...

O filme era para ter sido muito bom. O patriotismo foi um dos motivos que impediu que o filme se desenvolve-se. As atuações foram excelentes, principalmente a de Herzog, como você bem disse.

Abraço!

Marcel Gois disse...

Ouvi muito falar desse filme na época de especulações para o Oscar e desde então estou com vontade de assistir. Mesmo com o seu texto a vontade continua ;D

Sérgio Déda disse...

Dudu... realmente Herzog eh fantástico e este filme n corresponde à expectativa, devido aos outros filmes exemplares jah feitos por ele..

Pedro.. pode ser q o patriotismo tenha influenciado, embora eu n ache ter sido o principal fator pro filme engrenar..

Marcel.. pode ir assistir sem medo.. como eu disse... n eh um grande filme, mas vale a pena..

Alexsandro Vasconcelos disse...

Eu faço parte desse grupo de pessoas que gosta de ver a "deterioração de um ser-humano numa película e os atos degradantes a que este submete-se para continuar vivo seu meio" que você falou, então deve funcionar pra mim. Se bem que você foi generoso com sua nota, pelo menos pelo que falou aí na resenha, aparentou ser menos que um 6.

Ainda não vi o filme, preciso assistir. Até mesmo por que admiro o trabalho do Christian Bale. É um dos melhores da sua geração...

Abração!

Museu do Cinema disse...

Não vi esse, na verdade não me interessei depois q vi o fraco trailer. Gosto do dois atores principais.

Sérgio Déda disse...

Alexsandro... minha resenha foi um pouco negativa, pois realmente eu esperava muito mais num filme de Werner Herzog, oq ñ queira dizer q o filme eh ruim.. simplesmente n eh o esperado.. mas se vc gosta disto mesmo como comentou vc deve gostar do filme.. eh mt bom nesse sentido..
vlws

Wally disse...

Gostei muito do filme. Os atores estão excelentes e todo o filme transmite algo simbólico, natural e autêntico. Adoro isso. Tudo menos,a cena final, que detestei.

Nota 8,0!

Ciao!

Anônimo disse...

substantial architect difficult gear subscriber helper lincoin hkjrh myworkspace thinkers arrangements
semelokertes marchimundui