domingo, 28 de dezembro de 2008

A Família Soprano - 1° Temporada


Filmes de máfia são em súmula meus favoritos, principalmente quando dirigidos por um Scorsese, Coppola, Tarantino ou protagonizados por um Pacino ou DeNiro. Explica-se facilmente o motivo de obra-primas como a franquia ´´O Poderoso Chefão´´, ´´Os Bons Companheiros``, ´´Cassino`` e até ´´Pulp Fiction`` consolidam-se entre alguns dos melhores longas que tive o prazer de assistir. Por esse e outros motivos sempre tive enorme vontade de acompanhar uma das séries de TV mais comentada de todos os tempos, A Família Soprano, não só por ser um grande fã do gênero, mas por ter a convicção de que a sutileza de Coppola, a frenética naturalidade humorística e realista de Scorsese, e por fim o humor negro de Tarantino, estariam presentes no seriado. E por mais impressionante que possa soar, The Sopranos consegue tudo isso e muito mais, ou seja, temos tudo o que já vemos nos grandes filmes de máfia e ainda um ingrediente a mais que torna a vida desses bandidos mais humana aos nossos olhos, a intimidade pessoal e familiar de quase todos seus principais personagens.


Tony Soprano (James Gandolfini) é um dos nomes mais conhecidos na máfia italiana local, tendo que dividir entre sua ´´profissão`` e sua vida familiar, com sua esposa Carmella (Edie Falco), seus dois filhos Anthony Jr e Meadow, sua egoísta, severa e idosa mãe Livia (Nancy Marchand) além de seu tio Conrado Junior Soprano (Dominic Chianese), também integrante da máfia de New Jersey, e por último seu sobrinho desmiolado Cristopher Motisianti (Michael Imperioli), este escolhido por Tony para trabalhar ao seu lado, já que ele se mostra louco em ter reconhecimento local dos mafiosos e dos jornais. Não sabendo conciliar as duas correntes Tony acaba por ter uma crise e passa a ser vítima de diversos desmaios. Eis então que é aconselhado a procurar ajuda da psiquiatra Jennifer Melfi (Loiranne Bracco), passando a ela o seu dia-a-dia e seu relacionamento entre a família e nas entre-linhas, sobre seu trabalho.


Através desse estilo um pouco incomum entramos no mundo e na intimidade de Tony Soprano, um homem que mata seus inimigos sem qualquer problema, fala ´´fuck`` em cada frase que sai de sua boca, mas quer seus filhos dentro de uma faculdade e os reprime se falam ´´fuck`` em qualquer situação que seja. Se for me aprofundar nos personagens o texto ficará muito extenso, pois The Sopranos dá ênfase a todos e trata-os como pessoas comuns, que enfrentam sua vida como uma maneira de ser, uma simples função na sociedade. A Primeira Temporada preocupa-se claramente no estudo de todos os personagens da trama, à medida que vai desenvolvendo-os junto com seus conflitos, em destaque para a luta de poder não declarada ( quase uma guerra fria) de Tony contra seu próprio tio Conrado Junior, este ajudado por ninguém menos que a mãe de Tony, após a morte do antigo chefão Jackie Aprille , deixando a vaga aberta para seus capos. Em todos episódios damos boas risadas, vemos um discurso político ou cultural, e sim, muita violência, assassinatos, espancamentos e ´´fucks``. Este seriado retrata com proeza e um detalhismo impressionante o mundo da máfia e mesmo se inspirando nos grandes filmes citados no início (em muitos episódios os próprios personagens lembram desses filmes), a série não perde sua originalidade.


Com atuações impecáveis, principalmente James Gandolfini soberbo, que após cometer um assassinato, incrivelmente ainda temos simpatia e ´´torcemos`` por ele. Este talvez seja o seriado que entrará no topo da minha lista, provavelmente dividindo espaço com o inesquecível ´´Anos Incríveis``. Quanto tempo eu perdi não assistindo, mas agora o erro foi consertado e estou completamente viciado.Se nunca assistiram recomendo a todos, The Sopranos é um estudo psicológico e social sobre um mundo de princípios baixos e valores exdrúxulos, cada episódio conhecemos mais sobre a máfia ítalo-americana.

9 comentários:

Kamila disse...

Sérgio, apesar das inúmeras oportunidades, nunca consegui assistir a nenhuma temporada de "The Sopranos" - somente a alguns episódios isolados. E este é um dos grandes arrependimentos que tenho...

Vinícius P. disse...

Preciso conferir "The Sopranos" para puder comentar algo a respeito dessa série que todos falam tão bem!

Hugo disse...

Sérgio, acompanhei a série até a penúltima temporada, infelizmente não pude assistir a última.
Pelo meu gosto, considero que a série começou de forma sensacional, porém nas duas últimas temporadas que assisti ela foi ficando chata e sem graça, sendo que pouca coisa interessante aconteceu principalmente nos últimos episódios que assisti. Deu a impressão de que os roteiristas estavam sem idéias para esticar a história.
Mas no geral ela merece ser conferida.

Abraço

Wally disse...

A minha vontade de conferir "The Sopranos" é muita! Mas nunca tive a oportunidade. Espero poder um dia. Neste mês, por exemplo, já tive o prazer de iniciar "Arquivo X".

Ciao!

Sérgio Déda disse...

Kamila.... não perca mais tempo.. procure assistir imediatamente rsrs é fantástica a série...

Vinícius... não é a toa q tds falam tão bem...

Hugo... pelo que ouvi a série soh melhorou de temporada em temporada, por exemplo estou achando a segunda agora superior a primeira, pelo menos no início...

Wally... pode conferir q vc vai viciar como eu...

Marcel Gois disse...

Nem vi ainda, mas to esperando o dvd, ok!? auhauhauhauhauhauah

- cleber ! disse...

http://seriesclubsp.blogspot.com/

Sergio, bom assim como a Kamila, também só vi alguns episodio bem isolados, e assim como a Kamila tambem me arrependo até o ultimo, ainda assim me arrisco a dizer que este não deve ser aquele tipo de serie que vicia ... apesar de parecer muito bom, pra quem gosta do tema assim como eu deve adorar.

Luiz Felipe disse...

Essa é uma das séries que mais curto, tenho todos os boxes. Acho a série impecável, e não acho que a série fica chata, muito pelo contrário, as duas últimas temporadas são as mais "complexas" de toda a série (digo complexas por causa das relações com a outra familia em Nova Iorque). Enfim, achouqe essa série só perde para A Sete Palmos.
=D

RALMEIDA R disse...

eu já assisti a série toda em 3 dias de um feriadão, botei no vídeo e assisti como um louco. agora estou assistindo as quintas a reapresentação da hbo. personagens impares, o tio conraqdo, seu segurança e confidente, a irmã de tony, o sobrinho, o ralphie, o jack april todos muito bons personagens, e a mãe do anthony é um barato total! quanto mais assisto vejo que é uma das melhores séries de todos tempos, junto com a escuta(the wire) e mad man