segunda-feira, 16 de março de 2009

Watchmen - O Filme


Título original: Watchmen
Ano de lançamento (E.U.A): 2009
Direção: Zack Snyder

Confesso, e sim, me envergonho. Tantas e tantas pessoas falavam da adaptação deste graphic novel, faziam enorme avolroço, expectativa, muitos o listavam no patamar como o filme mais esperado do ano, enquanto outros, o consideravam como a adaptação de HQ dos cinemas mais esperada da história. ´´Nossa, que exagero!``, pensei. Mas não, não é, os quadrinhos inventado por Alan Moore e ilustrada por Dave Gibbons é o panorama de uma realidade fantasiosa e ficticia, mas que a todo momento soa mais real do que a própria realidade de sua época, mostra um mundo perdido entre indivíduos parodoxos e igualmente transtornados, mas comuns em relação à situação em que se encontram, pois sabiam estes que tudo fora resultado de suas próprias atitudes, ações saídas de suas mãos, e como dito numa passagem do filme (e acredito também no HQ) não haveria como impedir a natureza humana de tomar seu curso, sua evidente trajetória à desgraça. E se, felizmente, esse aspecto sombrio não tomou face naquela época, ele parece estar cada vez mais próximo e real, o que torna a estória de Alan Moore contundente a qualquer época que seja, hoje ou 20 anos à frente. Por isso, mesmo sendo uma graphic novel, é considerada por muitos como uma das maiores obras da literatura de língua inglesa da história, e portanto a adaptação para os cinemas era aguardada ansiosamente, e temerosamente pelos seus inúmeros fãs em todo o mundo.

E levando em consideração este ponto, Zack Snyder e seus roteiriristas acertaram em cheio tamanha a dificuldade de adaptação da obra, sempre sob olhares atentos. Em 1977 é aprovada nos E.U.A a Lei Keene, que proíbe as atividades dos mascarados em combate ao crime. Um mundo onde os E.U.A venceram o conflito no Vietnã, ajudado pelo Dr. Manhatan (Billy Crudup), um humano que acidentalmente fora geneticamente modificado e ganhou poderes e formas sobre-humanas. Quando chega 1985 a Guerra Fria está no seu limite e a qualquer momento uma guerra nuclear, vitimizando milhões de pessoas, irá acontecer, preocupando o eleito pela quinta vez consecutiva presidente Nixon. É então que um dos mascarados é assassinado, o Comediante (Jefrey Dean Morgan), e um de seus antigos companheiros Rorshach (Jackie Earle Haley) teme que exista um assassino de mascarados à solta, e começa a investigar os casos, junto com outros ex-companheiros, tais como Coruja (Patrick Wilson), Espectral (Malin Arkeman) e Adrian Veidt (Mathew Good).

A trama é complexa, a premissa é fabulosa. Realmente a idéia original é sublime, genial. Acompanhamos um mundo distorcido e ao mesmo tempo realista, natural, ao refletimos sobre a natureza destruidora e selvagem do homem. Portanto, em relação à mensagem da trama, o filme deve ter se mantido fiel aos quadrinhos. Temos entretanto ótimas, boas e irregulares atuações, diria até ruim em alguns casos. Patrick Wilson é o primeiro a decepcionar, o talentoso ator falha ao tentar passar a fragilidade sentimental de seu personagem de maneira muito perplexa, e cai em exageros, assim como Malin Akerman aspira enorme sensualidade com sua Espectral, mas não tem sucesso na parte dramática. Mathewm Goode e Billy Crudup interpretam de forma simples seus personagens, assim como Carla Gugino que pouco faz. O destaque mesmo fica para dois atores que incorporam em si personagens bem parecidos em sua personalidade, tanto humorística e sádica, como auto-destrutiva. Jackie Earle Haley voltou com tudo na sua carreira e é impactante e perturbador desde da primeira à última tomada. Já Jefrey Dean Morgan, além de pegar o melhor persona, o explora detalhadamente e o transforma na mais perfeita visão da realidade que aquele mundo tomou, personagem marcante e uma atuação fantástica (seria o máximo um Downey Jr. nesse papel).

Os roteiristas, embora falhem repetidas vezes, como a mal explorada e abordada relação entre Laurie (Espectral) e Dan (Coruja), tal como esta com Jon (Manhatan) e em situações cômicas pouco interessantes e nada plausíveis, são perdoados ao conseguirem retirar a essência da obra de HQ, a verdadeira eficácia desta. Zack Snyder prova mais uma vez ser talentoso, e abandona a excessiva utilização estética do bom ´´300`` para uma abordagem mais realista e sombria do mundo retratado, além de manter a narrativa em um ritmo forte e concentrado, mesmo perdendo sua freneticidade em algumas sequências. Embora perca-se em alguns momentos do longa (algo impossível de não acontecer para um diretor iniciante numa trama tão complexa) ele realiza uma boa continuidade épica e misteriosa, com excelentes cenas de ação e luta, pecando um pouco ao cair no superficialismo no estudo intímo de certos personagens. O maior erro de sua direção, porém, fora talvez a escolha da trilha sonora da fita, pois embora as músicas na sua maioria sejam clássicas e memoráveis, em nada se assimilam ao exato momento que está transcorrendo nas telas. Talvez uma tentativa de tornar o filme como ´´cult`` mal sucedida.

Com qualidades técnicas invejáveis e extremamente bem realizadas, ´´Watchmen``, embora possua suas falhas, apresenta-se como uma obra competente não somente aos fãs da graphic novel, sobretudo aos bons admiradores de uma aventura ficticia, um retrato de um mundo paralelo que poderia ser o nosso e infelizmente ainda pode vim a ser, por mais surreal que possa parecer.

Cotação: 8.0

22 comentários:

- cleber . disse...

Pois é, muito alvoroço em cima de um mesmo filme ... ainda não tive a chance de ver, mais vou conferir muito em breve!

Red Dust disse...

Ainda não vi. Esperemos que confirme todo o 'estardalhaço' que tem havido à volta do filme.

Abraço.

Kamila disse...

Entendo opiniões como a sua, mas não consegui gostar de "Watchmen". Apesar da boa trama, do bom desenvolvimento dos personagens, da excelente qualidade técnica, faltou discernimento na hora de fazer o roteiro. Poderia-se ter privilegiado algumas situações em detrimento de outras.

O Cara da Locadora disse...

Pois eu achei um filme sensacional, mas costumo ser apaixonado memso... Seu texto tá ótimo...

Marcel Gois disse...

esperava mais do filme. =/ acho q deve funcionar melhor para quem já conhecia alguma coisa da história. O material da graphic novel é muito extenso, o filme ficou longo, cheio de novas informações que pulam da tela a cada minuto o que acaba tirando um pouco o foco principal. pra mim poderia ter sido bem mais direto e ainda assim alcançar um resultado interessante.

Kau Oliveira disse...

"Com qualidades técnicas invejáveis e extremamente bem realizadas, ´´Watchmen``, embora possua suas falhas, apresenta-se como uma obra competente não somente aos fãs da graphic novel..."

Não duvido do visual e adorei saber que não precisa ser fã da graphic para gostar. Ainda não vi, mas PRECISO arranjar tempo e ver!

Abs!

Vulgo Dudu disse...

Eu tô completamente por fora do HQ. Por isso mesmo, vou esperar sair em DVD. Mas confesso que bateu uma vontade de ler os quadrinhos, já que todo mundo fala que são geniais.

Abs!

Ibertson Medeiros disse...

Quero muito ver esse filme. O cinema daqui não contribui. Mas acho que vai entrar em cartaz aqui, só não sei quando.
Respondi o MEME Literário e dos filmes aguardados para 2009 no meu blog. Olha lá. Abraço!

Vinícius P. disse...

Realmente esse filme dividiu muito as opiniões, portanto preciso vê-lo o mais rápido possível para tirar minhas próprias conclusões...

Robson Saldanha disse...

Preciso ver urgente, o problema é tempo e dinheiro!

=)

Kau Oliveira disse...

Sérgio, tem selo pra vc no Bit!!

Rodrigo Mendes disse...

Fui conferir o filme e pra falar a verdade gostei muito do que vi. mesmo estando um passo atras dos fanáticos da HQ. Visual caprichado, melhor que 300, que não curti muito. Uma sequência de créditos de cair o queixo e ótimas interpretações (Patrick wilson, Malin Akerman, Billy Crudup e Jackie Earley Haley - alias ele o Patrick estiveram no ótimo Pecados Íntimos). Bom feito essa ressalva Sérgio, o filme não decepciona. Mesmo com universo paralelo com fatos reais e quadrinho, tudo é bem amarrado, as veses fica opaco (muitas cenas de sexo desnecessárias), mas nada que atrapalhe.
Adorei o filme do Zack Snyder!
Abç.

Pedro Henrique disse...

O filme é legal, mas eu esperava muito mais. Apesar de que não gosto muito do trabalho desse diretor. Seria um filmaço nas mãos do Greengrass ou do Aronofsky.

Academia dos Blogueiros Cinefilos disse...

Temos um convite pra você !

http://abcawards.blogspot.com/

Hugo disse...

Ainda não assisti, mas espero que realmente seja bom, depois de tanto barulho.

Abraço

Helenice Nunes disse...

poxa eu nao gostei do filme nao. achei mto cansativo. penso q houve varias partes q todos pensaram q o filme tinha acabado. nunca vi tanta gente sair no meio do filme pq nao aguentava mais. foi essa a minha impressao quando assisti na estreia. mas é claro q assistiria de novo pra tirar conclusoes mais concretas.

Ygor Moretti Fiorante disse...

Gostei muito do filme, mas creio que quem não conhece a Grafic Novel não vai gostar não, algum desavisado que for ver o filme pensando encontrar x-mens, homem aranha ou coisa do tipo, vai sair reclamando, como aconteceu bastante com Sin City, é um filme para um publico especifico. Mas muito bem feito, até mesmo a longa duração do filme serviou para dar uma quebrada no ritmo do filme, diferenciando-o das demais adaptações...

Academia dos Blogueiros Cinefilos disse...

Sergio, temos novidades pra você!

http://abcawards.blogspot.com/

Paulo [ALT] disse...

seu post me deixou com mais vontande de ver o filme, nunca tinha lido muito sobre a trama do filme, sabia só sobre o que se tratava.

Rodrigo Mendes disse...

Olá Sérgio..blz?
Estou divulgando o Cinema Online Da ALL TV. Para vc que é fã de cinema. O programa vai ao ar todas as quintas-feira as 15:00hrs. A all TV é uma tv na internet.
www.alltv.com.br
e o endereço do nosso blog: www.alltv.com.br/cinemaonline
Confira aí..Valeu!!!!

M. Mendonça disse...

Gostei demaais deste filme
realmente a HQ de Alan Moore é muito extensa, o filme ia ficar grande demais...
Mas a construção do universo da história está muito boa, é muito convincente.

Ernesto Coutinho disse...

Watchmen é um dos melhores filmes sobre quadrinhos nos últimos anos, mesmo acima de DC e Marvel. A história não é exatamente para crianças, mas é possível se apaixonar por personagens e se envolver em sua trama, sem dúvida que marcou um antes e depois, assim como Beleza Oculta, este filme é um dos melhores do gênero de drama que estreou o ano passado. É impossível não se deixar levar pelo ritmo da historia quem fez possível a empatia com os seus personagens em cada uma das situações. Sem dúvida a veria novamente.